Domingos Martins – set/14

Em setembro de 2014 fomos explorar um pouco da capital e o interior do Espírito Santo.

Com o objetivo de conhecer os arredores da Pedra Azul, conhecemos também as cidades de Cachoeiro de Itapemirim, Vila Velha, Vitória e Domingos Martins.

Saímos no sábado de manhã, por volta de 7 horas, rumo ao Chalé do Frade. Passamos pelos seguintes pedágios: Ponte Rio-Niterói (R$ 5,20), km 252, km 193, km 123 e km 40 da BR-101 ainda no Rio de Janeiro (R$ 3,40 cada); km 452 da BR-101 no Espírito Santo (R$ 1,60).

Na altura do km 402 da BR-101 (Espírito Santo), próximo à entrada para Cachoeiro de Itapemirim, existe uma estrada de terra do lado esquerdo (sentido Vitória). Subindo essa estrada, após 5km, chega-se ao Chalé do Frade, aos pés do Frade: um local super tranquilo, com clima de montanha e com visual muito bonito. Chegamos por volta de 14 horas.

Por volta de 16 horas, saímos andando dos chalés e fomos até a pedra do Frade (Frade e Freira). São aproximadamente 20 minutos andando até a base. É possível ir de carro também e pegar uma trilha de uns 250 metros até a base do Frade.
Passamos a noite nesse maravilhoso local, subindo novamente ao Frade no dia seguinte, com direito ao nascer do sol.

Partimos, então, para Cachoeiro do Itapemirim, onde ficamos apenas uma noite e conhecemos o Pico do Itabira. No dia seguinte, fomos até a casa onde Roberto Carlos cresceu.

Saindo de Cachoeiro, pegamos novamente a BR-101 e fomos até Vila Velha. Passamos pelo pedágio no km 400 da BR-101 (R$ 3,60).

Chegando em Vila Velha, fomos conhecer o Morro do Moreno. O acesso é feito por uma trilha bem íngrime. Subimos de carro, pois temos tração 4×4. Não é aconselhável subir de carro. O visual é incrível: é possível ver toda Vila Velha, a ponte e boa parte de Vitória.

Depois, fomos ao Convento de Nossa Senhora da Penha, com um belo visual também.

No fim do dia, demos uma volta em Vitória e, ao regressar para Vila Velha, pegamos o trânsito na hora do rush. Fomos ao shopping em Vila Velha e depois fomos ao hotel descansar.

Dia seguinte, fomos visitar a fábrica de chocolates Garoto e partimos rumo a Domingos Martins.

Fizemos o Circuito do Galo, onde conhecemos a cascata do galo, que valeu um bom banho. Depois fizemos o circuito do chapéu, com direito a compra de chocolates da região. A primeira noite em Domingos Martins ficamos no centro mesmo.

Dia seguinte, fomos até o mirante da Cachoeira da Matilde (no caminho para Pedra Azul). Seguimos para Pedra Azul e fomos direto ao centro de informações turísticas. Lá pegamos muitas dicas locais e dicas de hospedagem. Escolhida a pousada, ainda fomos comprar mel e iogurte no circuito do Agroturismo.

Considerada uma das diferentes modalidades de turismo rural, é praticada por famílias de agricultores interessados em compartilhar seu modo de vida com habitantes do meio urbano.

O agroturismo em Domingos Martins oferece diversas opções para os turistas em propriedades rurais com comidas típicas e paisagens bucólicas. Nas propriedades podem ser adquiridos vários produtos do campo como queijos, biscoitos, licores, vinhos, doces, iorgutes, geleias e embutidos.

O turista ainda tem a oportunidade de participar de atividades rurais como a colheita de cereais, frutas e legumes além de poder presenciar o processamento dos produtos.

Na quinta pela manhã fomos colher morangos na fazenda e conhecemos o centro de Venda Nova do Imigrante. Terminamos o dia, curtindo a pousada e jantando no restaurante português Delícias de Portugal, localizado no fim da Rota do Lagarto.

Na sexta fizemos a trilha da Pedra Azul, que é fantástica. A trilha é bem turística. Apenas na parte final, que tem a subida até as piscinas naturais. A subida é feita com a ajuda de uma corda fixa na pedra.

Para eveitar surpresas, deve ser feito agendamento da trilha através do telefone (27) 3248-1156, pois há limitação por dia.

Para mais informações, veja o site: Pedra Azul

Saímos da região serrana por volta de 12 horas e fomos até Grussaí, no litoral norte do Rio de Janeiro, para passar o final de semana no SESC.

Domingo a noite, voltamos à cidade maravilhosa.

Dicas desta viagem:

1 – Vai passar perto de Cachoeiro do Itapemirim? Fique um dia no Chalé do Frade. Vale muito a pena!!

2 – Site do chalé do Frade: Chalé do Frade

3 – Entrada na altura do km 402 da BR-101, do lado esquerdo, sentido Vitória. Próxima a entrada para Cachoeiro do Itapemirim. Estrada de terra de 5km para chegar aos chalés.

4 – Casa do Roberto Carlos: nada demais, mas vale a pena visitar se for passar em Cachoeiro.

5 – Em Vila Velha, não deixe de conhecer o Morro do Moreno com visual incrível e o Convento Nossa Senhora da Penha, além da fábrica de chocolates garoto.

6 – Em Domingos Martins, vá até as informações turísticas e pegue um mapa da região. Conheça: circuito do galo, circuito do chapéu e circuito do vale da estação.

7 – Em Pedra Azul, várias opções de agroturismo.

8 – Faça a trilha da Pedra Azul agendando sua visita através do telefone (27) 3248-1156. Super tranquila e maravilhosa. Para mais informações, veja o site: Pedra Azul

Voltar para VIAGENS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s