Bocaina de Minas – jul/12

E mais uma vez a Dutra é o palco de mais uma viagem. Desta vez o destino é a região de Visconde de Mauá, no interior do Rio, na divisa com Minas Gerais.

Saída às 17:40 do centro da cidade maravilhosa com um trânsito que já era de se esperar. Nas duas primeiras horas, apenas 38 km rodados.

Às 20 horas passamos pelo pedágio de Seropédica (km 208 da Dutra e 65km rodados), com parada no Graal Embaixador, na altura do km 300 da Dutra e 157 km rodados, por volta de 21:10.

Meia horinha de lanche e percorremos os últimos 45 km até a Pousada do Mirante, em Maringá, que fica no munícipio de Bocaina de Minas, no estado de Minas Gerais, chegando às 22:40 hrs.

A estrada que leva até Visconde de Mauá está totalmente asfaltada. Depois, seguindo até Maringá e Maromba, são uns 10km de estrada de terra em bom estado.

No dia seguinte, após um farto café da manhã, fomos visitar três cachoeiras: véu da noiva, poção Maromba e cachoeira do escorrega. Todos esses atrativos ficam depois de Maromba e podem ser percorridos a pé, deixando o carro no centrinho de Maromba. São aproximadamente 4km (ida e volta). No poção Maromba, existe um lugar onde as pessoas saltam de uma altura de aproximadamente 10 metros, mergulhando na piscina natural, com uma água mega gelada.

A cachoeira do escorrega, no fim da rua, onde há um estacionamento pago (R$ 5,00), as pessoas escorregam na pedra e caem na água geladíssima da piscina natural.

E o véu de noiva é uma cachoeira mais para admirar. Nenhuma delas é necessário pagar. Nessa época do ano (inverno) vale apena ir cedo, por que o sol não bate lá depois de 14/15 horas.

A noite, saboreamos um fundue em Maringá, no lado mineiro. Antes, um pastelzinho em Maringá, do lado carioca.

No domingo, fomos pras cachoeiras mineiras, no vale de Santa Clara. Estrada bem ruizinha, mas que o poderoso Blacktona superou sem titubear.

Cachoeira de Santa Clara (situada no lado direito da estrada de quem sobe, meio escondida), Toca da Raposa (R$3,00 cada pessoa, que não vale a pena), Santuário (R$9,00, que também não vale a pena, mas é melhor que a Toca da Raposa).

No fim do dia, mais uns pastéis de truta e uma bomba inatômica (sobremesa de chocolate com fruta) no centro de Maringá-RJ.

Saída da região às 17:30 hrs e, após um grande engarrafamento devido a uma carreta que tombou na estrada, chegamos de volta a cidade maravilhosa, num final de semana maravilhoso.

Voltar para VIAGENS

Uma resposta a Bocaina de Minas – jul/12

  1. Sandro diz:

    Pena não ter gostado da toca da raposa, um dos lugares mais legais da região(minha opinião)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s